EUVÍ: Debate Obama vs. Romney, Romney vence o debate


Ás vezes, você fala alguma coisa normal, e alguém se sente profundamente desrespeitado pelo que você disse, às vezes esse alguém fala alguma coisa ríspida na hora ou espera alguma oportunidade pra te atacar.

A boa convivência social de um grupo depende de pelo menos três pontos: respeito, tolerância e a falta de preconceito. Quando falta isso, o simples fato de ser gay, mulher, mulçumano, gordo, crente, ateu, feio, negro, nordestino, pobre… pode fazer que alguém não goste de você antes de você falar alguma coisa.

Bem, quarta feira, houve o grande debate entre o messias, o escolhido entre as nações, o libertador dos povos, mitigador de todas as injustiças e o defendido pela imprensa e por todos, Barack Hussein Obama e o defensor dos ricos, o opressor dos pobres, o destruidor de tudo o que é bom, a personificação do próprio mal, Mitt Romney.

Obama era o franco favorito, se vencesse, ou até empatasse, sepultaria a campanha de Romney, já degastada por gafes e pelo fraquíssimo desempenho nas pesquisas.

Vou ser bastante sensato, nos Estados Unidos, os debates são assistidos, valem a pena ver, são o assunto do dia seguinte, passam no horário nobre, esse debate foi visto por 60 milhões de pessoas, diferente do Brasil, onde o debate passa as meia-noite e é um desserviço à democracia.

Nos Estados Unidos, sempre que um candidato tem uma performance melhor no debate, é dito que ele venceu o debate.

O formato do debate era o seguinte, o moderador, fazia uma pergunta aos candidatos, eles podiam cortar a fala do outro e podiam se alongar ao tempo, o importante era o debate das idéias e não cumprir o tempo, bem diferente daqui.

O debate começou com o tema sobre economia, Obama estava com uma gravata azul cheia de detalhes que não podiam ser vistos na tv, Romney estava com uma gravata vermelha listrada, o terno de Romney imitava o de Obama, dois botões, só um abotoado.

Romney olhava nos olhos de Obama, do moderador e para a câmera, Obama, olhava inconstantemente para a câmera e se dirigia sempre ao moderador, ele não encarava Romney, muitas vezes de cabeça baixa e procurando peculiarmente palavras de forma pausada, Obama transpareceu cansaço.

Obama, que estava muitos pontos na frente, imaginou que somente aparecendo no debate e não sendo muito agressivo, seria o que ele precisaria pra administrar a vantagem, se ele pensou isso, pensou errado.

Romney estava atrás, precisava aparecer forte, mas sem ser muito agressivo.

Romney se serviu de números em suas análises, cada argumento vinha acompanhado de 3 ou 4 fatos que o comprovavam. Romney focou nos péssimos números da economia, nas MUITAS promessas de campanha que Obama não cumpriu e como melhoraria a situação econômica.

Obama não falou porque prometeu reduzir a dívida americana na metade e depois a aumentou em 6 trilhões. Obama não falou porque não fechou Guantânamo, porque  disse que se o pacote de estímulo fosse aprovado a taxa de desemprego cairia para 5% e depois ela ficou por volta de 8%.

Obama disse que num segundo mandato aumentaria o impostos nos mais ricos para aumentar a arrecadação, como Bill Clinton fez, disse que adotaria várias medidas que Bill Clinton adotou, mas ele teve 4 anos, por que não fez no primeiro mandato?

Romney disse que diminuiria os impostos nos mais ricos, para que estes pudessem investir mais na economia e gerar mais empregos, Obama o acusou de querer adotar um queda de 5 trilhões de dólares em impostos aos ricos, Romney desmentiu o presidente.

Quando contrariado, Obama não escondeu um ar de surpresa, ele não acreditava que alguém estava dizendo que o que ele dizia era equivocado.

Diferente de outros presidentes que contratavam pessoas com pensamentos divergentes para trabalhar com ele, Obama preferiu criar uma bolha, onde todos a sua volta não só concordassem com ele, mas sempre o oferecessem argumentos para reforçar o que pensa.

Obama parecia que não queria estar ali, estava muito passivo, de olhos baixos, falando muito pausadamente, falou cindo minutos a mais que Romney, mas parecia que tinha falado meia hora a menos, o que ele falava não tinha ênfase ou relevância.

Tenho certeza que no futuro saberemos que ele tinha algum assunto muito importante que não podia contar a ninguém e que estava perturbando ele.

Obama começou o debate dizendo que aquele era seu aniversário de sua esposa, ele com certeza não queria passar essa data conversando com o Romney, que estava gostando de debater, estava se divertindo.

Obama não debatia alguém desde a eleição de 2008, Romney passou por dezenas de debates nas primárias republicanas, estava afiado. Obama não pôde se preparar para o debate, pois teve muitos problemas com a presidência.

Romney ia ganhando em cada pergunta, o moderador cada vez mais ia sendo seduzido por sua retórica, em determinado momento, o moderador tentou pedir para Obama ser breve, pois o tempo estava acabando, Obama deu uma cortada muito estranha no moderador, dizendo que “tinha 5 segundos antes de ser interrompido”.

Romney disse que cortaria fundos públicos destinados a várias fontes desnecessárias, inclusive ao canal que estava transmitindo o debate, que é o mesmo canal que transmite o programa infantil Vila Sésamo, o Garibaldo agora tem um bom motivo pra votar no Obama.

Ambos os candidatos se utilizaram de números equivocados para sustentar seus argumentos, como quem apresentou mais argumentos foi Romney, bem mais argumentos, ele mentiu mais.

Nas considerações finais, Romney venceu até na moedinha e decidiu ser o último a falar, Obama olhou para a câmera e falou desmotivadamente seu discurso de sempre, que precisa de mais 4 anos pra terminar o que começou, Romney deu uma mensagem de fé e de esperança de forma convincente e confiante.

Obama parecia irritado, parecia querer que o debate acabasse logo, quando o debate acabou Obama abraçou a mulher Michelle de maneira bem displicente, como se estivesse desmotivado, Romney abraçou o filho com entusiasmo, como um pai que tivesse acabado de ganhar uma final de campeonato.

No final das contas ,Michelle devia ter desejado voltar pra casa com Romney, o ganhador evidente do debate do início ao fim.

A pesquisa da CNN, mostrou que 67% disseram que Romney venceu contra 25% Obama. Até acho que esses 25% foi muito, devem ser obametes, pois ficou claramente evidente que ele foi derrotado, não por Romney, mas por ele mesmo.

Dos indecisos, 35% disseram que estão mais suscetíveis a votar em Romney, 16% disseram o mesmo de Obama, 49% continuam indecisos.

Esse dado mostra como o viés pró-Obama é tão poderoso, mesmo tendo uma performance pífia, metade dos indecisos mostrou uma certa pena de dizer que votariam no Romney, e 16% dos “indecisos”, que com certeza são democratas enrustidos, disseram que votariam no Obama, apesar do desempenho horroroso no debate e fraco na presidência.

Obama é conhecido por ser um orador fantástico, mas quando falta um teleprompter, ele se mostra sempre com a fala vagarosa, com sua voz aveludada e grave e ele sempre fala uns “âââhhh” muito alongados, mostrando que esta escolhendo as palavras que proferirá. Os debates não são seu forte.

Romney é um péssimo orador, com pouquíssimo carisma, nem perto da presença de espírito de Obama, seu entusiasmo lembra um picolé de chuchú como Geraldo Alckmin, porém ele é um debatedor razoável.

O debate reenergiza a campanha republicana, apesar de toda a imprensa, que é sempre liberal, tanto americana como a brasileira, já ter decretado a reeleição de Barack Hussein OBAMA, “nós do blog” pensamos que essa eleição ainda não acabou e que se Romney vencer os próximos 2 debates, mesmo que não seja dessa forma arrasadora, com certeza deve ganhar.

Vou deixar claro que apesar de ter relatado os fatos de forma não-viesada, serei honesto para dizer que “na opnião do blog”, Obama não cumpriu o que prometeu em 2008, e quem não cumpre o que promete tende a perder sua vez, no momento, estamos enclinados a uma vitória romniana.

Comente com polidez!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s