EUVÍ:ELEIÇÕES AMERICANAS 2012 = Barack Hussein Obama vs Mitt Romney


De tempo em tempo num país chamado de Estado Unidos da América, o partido democrata(bons) e o partido republicano(ruins) escolhem um cidadão civilizado que com certeza é preparado e nasceu nos Estados Unidos para se enfrentar numa campanha que decide quem será o presidente do mundo, quer dizer , dos Estados Unidos.

 

Esse ano, o partido DEMOcrata indicará o seu atual presidente, Barack Hussein OBAMA!!

 

Já o partido republicano indicará depois de uma primaria sangrenta, o empresário Mitt Romney.

 

Se você sabe disso, bem provavelmente você ja sabe bem mais do que muitos americanos que vão votar esse ano, mas hoje vou falar da eleição de forma mais completa, então apertem os cintos, preparem-se, pois vamos fazer um verdadeira viagem por dentro da eleição para presidente dos istadus-unidís(é assim que eu falo).

Bem, antes de qualquer coisa, os EUA é uma federação e o vencedor como muitos sabem, em qualquer lugar do mundo é quem tem mais votos no final, certo? Errado, pode ser assim em qualquer lugar do mundo, menos nos istadus unidis. Por que fazer uma votação que vai decidir qual será o homem mais poderoso do mundo igual aos outros países se você pode complicar tudo e fazer algo de maneira bem mais confusa?

Bem, a parada é o seguinte, cada estado(eles tem 50) de acordo com o tamanho da população tem um determinado número de delegados(não, não são delegados de polícia, mas bem que podiam ser), quem vencer o estado carrega todos os delegados, mesmo que seja por um só voto, quem perder perde todos, no final quem tiver o número de 270 delegados ou mais do 538 é declarado presidente do Estados Unidos( e vai morar na Casa Branca).

Esse maravilhoso modo de se escolher um presidente é tão inteligente que é capaz de eleger um candidato que teve MEIO MILHÃO DE VOTOS a menos que o seu oponente, isso porque ele venceu em vários estados por pouquíssimos votos e perdeu de lavada em outros muitos estados, no final das contas, ele foi sagrado presidente para o bem de toda a humanidade, estamos falando de George W. BUSH.

Sabendo agora quais são as regras, vamos aos candidatos:

Primeiro, o escolhido dos escolhidos, o elegido entre as estrela, o filho da América, amigo dos pobres, invejado por homens, desejado pelas mulheres, amado pelas crianças, respeitado pelos animas,….. BARACK OBAMA!!!

Barack Obama teria nascido no Havaí(sim, o Havaí faz parte dos estados unidos) em 1961(há boatos de que na verdade ele nasceu é no Quênia e ta enganando todo mundo) , sua mãe era branca e seu pai era negro, daí sua corzinha queimadinha de praia.

Sua mãe, mulher de pai, conheceu seu suposto pai numa universidade do Havaí(sim, existem universidade lá), lá seu pai e sua mãe teriam iniciado um caso amoroso que gerou um casamento, ato conhecido nos estados unidos como um “relacionamento interracial”.

Sua mãe por algum motivo, não aguentou a convivência com seu pai, e os dois teriam decidido se separar, e se divorciar. Seu excelente pai voltou para a África, não tendo mais contato com Obama e o vendo somente mais uma única vez, até sua suposta morte num “acidente de carro”.

v

 Sua mãe, depois de anos casada com um africano negro, resolveu por alguma razão, depois se casar com um asiático mulçumano da Indonésia. Obama foi levado a Indonésia, onde foi para uma escola em que ele seria a única criança “não-mulçumana”, estranho não, mais tarde ele teria “,mudado de religião” e se tornado um suposto cristão, não mais mulçumano, se é que minha vó sempre dizia:”uma vez mulçumano, sempre mulçumano”.

Voltando aos Estados Unidos o pequeno Obama teria sido introduzido ao temível mundo das drogas, tendo admitido que usou diversas drogas, diversas vezes na época da faculdade, até hoje Obama ainda BEBE CERVEJA e esconde de muitos que até pouco tempo atrás era fumante.

No rol de drogas que Barack Obama admite ter usado, apenas no ensino primário, estão:

1 – Cocaína;

2 – Haxixe;

3 – Álcool;

4 – E muitas outras.

É gente, isso é o que ele admite ter usado, imaginem o que ele não admite né…

O início da carreira de Obama(professional, sem contar as experiência com cocaína) se deu quando cursou ciência política(não deve ter aprendido muito) na Universidade de Columbia.

Trabalhou como agente comunitário e foi pra Harvard fazer direito, depois disso se casa e tem duas filhas. Em 1996, o ambicioso Barack Obama voltou seus olhos para a vida política, onde fez de tudo para conseguir o que queria, que era uma vaga no senado estadual de Illinois.

Estranhamente, o senado estadual pareceu pouco para os desejo de Barack Hussein Obama e em 2004 ele se candidatou pra o senado dos estados unidos da América, tendo conseguido o que queria.

Há um boato, de que Barack Obama seria maçom grau 32, mesmo a maçonaria americana possuindo 33 graus, porque Barack Obama não teria conseguido chegar lá?

Em 2004 ele fez um discurso na convenção nacional democrata que o projetou nacionalmente, Barack aos poucos conseguia o que queria, ser famoso e ter acesso ao poder.

Em 2007, depois de 3 míseros anos no senado Barack imaginou que seria a hora de alcançar seu verdadeiro objetivo, conquistar a presidência dos Estados Unidos da América e ser tornar o homem mais poderoso do mundo, além de ter várias regalias, como morar na casa “branca”.

Depois de uma primária dura contra a ex-primeira dama e bem mais preparada Hillary Clinton, Barack jogou muito sujo a acusá-la de racismo e usar artimanhas anti-éticas( até mesmo pra Barack Obama), Obama venceu as primárias e se tornou o indicado pelo partido DEMO-crata.

Contra o indicado republicano John Mccain, Obama proclamou uma campanha maravilhosa, tendo usado inclusive a internet.

 Dentre seus lemas estavam o HOPE AND CHANGE (que seria: esperança e mudança na língua inglesa) e YES, WE CAN( que seria: sim, nós podemos, também na língua inglesa, mas de quem Barack Obama estava querendo tratar por WE?).

Tendo conseguido seu objetivo, o ambicioso Barack Obama teve o controle total para fazer o que queria, pois seu partido dominava a câmara e o senado, como tomou poder numa crise econômica na qual ele citaria como “sem precedentes”, assinou uma ajuda e um estímulo a industria automobilística, seguindo a linha de seu antecessor, o Bush, que também agiu no sentido de ajudar as empresas que causaram a crise com o dinheiro suado do trabalhador americano.

Usando o rolo compressor na câmara e no senado, assinou o que seria chamado de OBAMACARE, lei de saúde que socializaria a saúde a todos os americanos, aumentando os custos para os empregadores empregarem novos trabalhadores.

No ano de 2010, com o desemprego nas alturas, Obama perdeu o controle da Câmara, graças a um movimento popular de direita formada por americanos indignados chamado Tea Party(que significa partido do chá).

Sem o controle da câmara, Obama, que não soube negociar com a oposição, se meteu em varias confusões e não conseguiu fazer muita coisa depois disso. Em 2011, ordenou a morte do terrorista Osama Bin Laden, nesse momento, o desesperado Obama fez de tudo para poder capitalizar com a morte de um ser humano para ter mais quatro anos para terminar aquilo que ele começou.

Se nos 8 anos do fraco e irresponsável presidente Bush, o déficit foi aumentado em 4 trilhões, em apenas 4 anos Obama aumentou o déficit em 5,5 trilhões!!! Criando uma dívida que várias gerações de americanos terão de pagar( se é que terão como).

Em 2012, desesperado, e afim de conseguir para sua campanha aquilo que ele mais gosta, dinheiro, mudou de idéia mais uma vez e disse que era a favor do casamento entre pessoas que tem o mesmo sexo, com o intuito de aumentar o apoio financeiro das alas mais radicais de seu partido.

Mesmo tendo um resultado pífio no primeiro mandato, Barack Obama e sua sede de poder não desistiram e estão dispostos a concorrer a um segundo mandato. E a mídia já demonstrou que vai fazer o que puder para pintá-lo como um herói e dizer que os republicanos são extremistas belicistas e loucos irracionais.

Agora, vamos falar do oponente republicano, o indesejável Mitt Romney.

A história de fé e esperança de Mitt Romney, não começa nos Estados Unidos, mas sim em Chihuahua, no México, onde seu pai nasceu, mas pelo fato de ser mórmon, e fazer parte de uma colônia de polígamos, durante a revolução mexicana, foi então obrigado a voltar aos estados unidos.

O pai de Romney prosperou e tornou-se muito rico, foi governador de Michigan e chegou a disputar sem sucesso a nomeação republicana à presidência do Estados Unidos.

Mitt Romney desde criança é mórmon, religião “cristã”(muitos discordam) criada nos Estados Unidos que se caracteriza pela adoção da poligamia, crença de que Jesus esteve na América, dentre outras crenças. Os mórmons são excelentes cidadãos, suas cidades tem a menor taxa de criminalidade e seus casais tem o menor índice de divórcio.

Devido a sua devoção religiosa Mitt Romney, assim como muitos de sua crença, não usa drogas, não bebe(cerveja, água ele pode beber), não bebe café ou coca-cola, nem ingere qualquer coisa que danificaria sua saúde, não é a toa, no alto de seu 65 anos, parece ter uns 40.

Mitt foi missionário mórmon na frança, onde se fala o idioma francês, logo, o jovem Mitt teve de então aprender a falar francês, algo que ele sabe fazer até hoje, sem que se esquecesse da língua inglesa.

Mitt casou cedo com uma mulher, que também era mórmon, e teve 4 filhos, todos mórmons, e hoje é avô de uma grande família e é o que seria chamado na América de pai-de-família.

Na vida profissional, Mitt tem o histórico de recuperar empresas quebradas, abriu uma empresa de private equity na qual tentava salvar empresas em dificuldades, tendo conseguido em muitos casos, ganhando verdadeiras fortunas com esse negócio.

Mitt, ao contrário de Obama, entrou na vida política pelo amor às pessoas e com o intuito de melhorar o mundo a sua volta, rss. Ele deve ter aprendido isso na época que trabalhou com bispo numa congregação mórmon durante alguns poucos anos, trabalho parecido com o de pastor.

Mitt em 1994 concorreu ao senado pro Massachussets, perdendo para um Kennedy, depois foi chamado para salvar os jogos olímpicos de Salt Lake City, algo que cumpriu e em 2002 concorreu a governador de Massachussets, vencendo.

Como governador, teve posições liberais sendo a favor do aborto(assassinato de bebêzinhos) e assinou a socialização da saúde, que serviu de modelo para a OBAMACARE.

Em 2006, poderia tentar se reeleger, mas preferiu humildemente não o fazer, e concorreu para a nomeação republicana em 2008, tendo desistido depois da chamada super-terça para evitar que uma primária longa prejudicasse o candidato republicano.

Na primária republicana de 2012, Romney, um moderado teve de enfrentar além dos libertários, os  radicais conservadores sociais do partido republicano, tendo vencido depois de muito esforço pessoal e financeiro.

Mesmo atrás nas pesquisas decidiu escolher um vice que fosse o mais preparado, e não o que mais ajudasse na eleição, escolheu o republicano católico de WInsconsin Paul Ryan, conhecido pela sua habilidade na construção de orçamentos de austeridade.

Tendo introduzido os candidatos vamos a situação dos estados.

Atualmente Obama e Romney estão empatados nas pesquisas de opinião no país, mas a eleição é decidida pelos estados, e é ai que Obama sai na frente de Romney, pois os estados que são predominantemente  democratas o dão uma grande vantagem, tendo nos últimos anos a paisagem política do país muddado, tendo muitos estados que eram republicanos se tornado mais competitivos aos democratas.

A eleição vai se decidir nos chamados SWING STATES(não é nada haver com troca de casais, mas podia ser), são os estados que não tem predomínio de nenhum partido e que costumam votar tanto num como no outro.

Os swing states nessa eleição são Flórida(29), Ohio(18), Michigan(17),Virginia(13),North Carolina(15),Missouri(11),Winsconsin(10), Colorado(9), Nevada(6), New Hampshire(4). New Mexico era um swing state, mas pelo fato da população ser de mais da metade de latinos agora, eles estão fortemente alinhados com Obama, já a Pensylvania(20), com uma grande população negra e católica se mostra um terreno muito favorável a Obama.

Para que Mitt Romney possa ter chance, ele deve fazer o que Bush conseguiu fazer, vencer todos os estados que Mccain venceu, vencer os estados que Mccain deveria ter vencido, Indiana, North Carolina e Virginia, e depois vencer os dois principais swing states, Flórida e Ohio, e depois vencer qualquer outro swing state e ele terá mais de 270 delegados.

Daí os problemas, estamos na semana da convenção republicana, que deve dar alguma ajuda ao Mitt, que será sediada em Tampa, na Flórida, vamos analisar cada estado.

Em Indiana, Mitt está na frente e vai vencer, na Carolina do Norte, pode-se dizer o mesmo, mas será mais difícil.

Na Virgínia, Obama esta atualmente claramente na frente por cerca de 3 pontos que persistem a se fixar desde semanas atrás, Mitt tem que vencer esse estado.

Na Flórida, está empatado, mas com um viés para Mitt, que deve ganhar algo com a convenção sediado no estado. Se Mitt perder na Flórida, terá que vencer TODOS os outros swing states para vencer.

Em Ohio, Obama sustenta uma liderança de cerca de 6 pontos, o que é desanimador faltando apenas 2 meses pra eleição, parece que vai ser o estado que vai decidir a eleição.

Em Iowa e Colorado, Obama está com 1 a 3 pontos na frente, Mitt ainda pode vencer esses dois estados.

New Hampshire e Nevada, estão em jogo, mas não parecem estar indo na direção de Mitt, Obama seguramente vencerá um desses estados, e provavelmente vencerá os dois.

New Mexico e Pensylvania já parecem perdidos pro Mitt, com Obama com mais de 10 pontos de vantagem, sinceramente, não da pra virar, vai perder os dois.

Winsconsin e Michigan, os estados de Mitt e seu vice, Paul Ryan, são os que mais parecem ir na direção dos republicanos, mas ainda falta um pouco pra dizer que vão pro Mitt, apostaria que pelo menos um desses o Obama vai perder, mas a expectativa é que Obama vença os dois.

O Missouri era um estado que os republicanos podiam contar, mas que depois de uma gafe de um candidato republicano ao senado, no qual ele usou o termo “aborto legítimo”(como se pudesse ser legítimo), esse estado está em jogo pro Obama, posso assegurar  que o Mitt vai vencê-lo.

Minhas projeções HOJE são favoráveis a reeleição do Obama, hoje ele levaria, Ohio, Virginia, Nevada e New Hampshire, e acabaria com os planos do Mitt.

Quem sabe eu não faça mais uma análise depois das convenções, lembrando que em 2012 tem eleições municipais e nós do blog também estamos de olho nos números.

 Acabo o post salientando: Quem seria a pessoa que seria mais adequada para decidir o futuro do mundo? O destino das nossas crianças? Se pudessemos confiar um dólar a qualquer um deles, a quem confiaríamos? Ao rico e prepotente Mitt Romney, que construiu sua fortuno através do suor de outras pessoas ou seria o idealista e imaculado Barack Obama, que a tanto tempo tem se dedicado a cuidar das causas dos cansados e oprimidos? Qual dos candidatos tem envergadura moral para sentar no salão oval? Qual candidato merece mais morar na casa branca? O rico Mitt Romney que sempre morou em palácios, ou o humilde Barack Obama que veio do terceiro mundo? Quem? Quem? Quem?

Comente com polidez!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s