EUVÍ: A volta dos mortos vivos(1985)


Na vida, existem pessoas que são de um jeito e outras que são de outro jeito, o nome disso se chama diferença.

Não é o horrível quando vemos alguém ser julgado por causa da cor da sua pele? o nome disso se chama preconceito.

Foi no intuito de reduzir as diferenças e o preconceitos que a algum tempo o prefeito do Rio instituiu o feriado de zumbi. Mas afinal, o que é zumbi?

Zumbi é um ser sobrenatural que é capaz de qualquer coisa para se alimentar de MIOLOS!

O filme A volta dos mortos vivos é um clássico de George Romero.

História:

Se trata de uma história simples, mas profunda.

Numa cidadezinha do interior, um homem jovem começa a trabalhar num galpão junto com um zelador.

Lá são guardados caixotes, latões e até mesmo CORPOS HUMANOS num frigorífico.

Então o zelador conta ao jovem que certa vez ocorreu um ataque zumbi numa cidade e o governo levou dois latões para aquele depósito.

https://acidblacknerd.files.wordpress.com/2010/12/tanque.jpg?w=300

Eles vão averiguar os latões e o zelador inteligentemente diz:”Isto não abre nem por um car*****.” e então dá um chute na lata que solta um gás que contaminam ele e o jovem.

Depois de algum tempo eles acordam cheios de dores e encontram com um dos encarregados pelo depósito, eles logo descobrem que o gás contaminou todo o depósito e que o cadáver do frigorífico virou um ZUMBI!

https://acidblacknerd.files.wordpress.com/2010/12/machado.jpg?w=300

Eles conseguem cortar sua cabeça, mas o corpo continua tentando matá-los, logo eles resolvem cortar o corpo todo e enviar tudo para um homem que mora em frente ao depósito.

Lá, eles efetuam a excelente idéia de se livrar pra sempre daquela criatura do inferno,certo?

Errado.

O zumbi virou pó, subiu na fumaça, alcançou as nuvens,choveu, a chuva caiu no cemitério, e os zumbis voltaram do mundo dos mortos!

Mas ai o filme dá uma guinada, e o foco vai para um grupo de jovens que tem “tudo a ver”.

1-Uma menina punk de cabelo vermelho que gosta de ficar pelada;

2-Uma menina normal;

3- Um punk careca;

4-Um menino bem arrumadode terno e gravata(devia ta indo fazer um exame de fezes);

5- Uma menina com roupas cafonas;

6-Um negro alto com o cabelo cheio de brihantina e com as roupas mais estranhas, o mais deslocado do grupo;

7-Um punk de moicano;

Esse é de longe o grupo mais heterogêneo que eu ja vi num filme, a convivência deles em si já seria uma história a parte, o fato deles se darem tão bem denuncia o gênero ficção do filme.

https://acidblacknerd.files.wordpress.com/2010/12/bocc3a3o.jpg?w=250

Os zumbis aliás, são falantes e espertos. Tudo bem, não tão espertos, pois 97% do que eles falam é “Braaainss, braaainss…” Mas teve uma hora em que eles usaram o rádio da polícia para “solicitar reforços” (leia-se: “tragam mais comida”). Fome faz coisa.

Adivinha quem é a mocinha…

A história é aquela coisa: Tina é uma patricinha que vai à uma afastada cidade esperar pelo seu namorado, que está trabalhando num depósito.

Como qualquer patricinha que se preze vai numa cidade que fica no c* do mundo de tão longe encontrar um namorado fracassado que trabalha num depósito mequetrefe, isso junto a pior estirpe de compania?

Por quê diabos ela só tem amigos doidões, só Deus e o roteirista sabem. Bem, no tal depósito tem aquele tanque com um material químico que foi extraviado pelo Exército, e claro que eles abriram o dito cujo. Daí pro cemitério tremer foi um pulo.

o DDD do Inferno deve ser 800.

Eles vão pra um cemitério e lá começam a presenciar o zumbis saindo de dentro da terra.

Eles correm pra um lugar seguro, lá aparece um zumbi.

Oi gente!

Vem cá meu bem.

Ele não sobreviveu.

Daí o grupo se separa e a menina e o negro vão encontrar com o namorado dela na casa onde tem o forno.

Mal sabia ela que o namorado dela estava virando um zumbi(isto a surpreendeu) e que por causa disso ele queria comer ela ( isto não deve tê-la surpreendido)

Daí eles começam a proteger a casa, chamam os médicos, os médicos morrem, chamam a polícia e a polícia morre.

Tentam sair de carro, mas as ruas estão enfestadas, o carro bate, eles entram na primeira casa que encontram e se deparam com a outra parte do grupo dos jovens, eles ligam pra polícia que não responde porque foi dizimada pelos zumbis.

Sem saída o governo solta uma bomba atômica e explode a cidade. A fumaça da explosão se espalha e mais zumbis se levantam da Terra.

Todos morrem.

O filme acaba.

Mas será que o filme não se trata de uma metáfora? Será que nós não somos como os zumbis? Sedentos de fome para conseguir algo que não podemos ter, que não nos pertence? Será que o filme não é na verdade só um pano de fundo para os limites da ambição humana, da convivência entre diferentes sob difíceis situações? Será que não é uma crítica ao capitalismo e à desigualdade social?

Eu acredito que não.

Mesmo assim o filme ainda serve pra alguma coisa, se algum dia ocorrer uma invasão zumbi, vá para um abrigo subterrâneo e espere a explosão atômica.

1 comentário Adicione o seu

  1. O filme é a expressão da solução prática de eliminar o que não se pode controlar… o final disso mostra sua expressão máxima quando o grupo pede ajuda pelo telefone informada e em resposta lançam uma bomba atômica na cidade ao invés de socorrerem os sobreviventes do local.

    Curtir

Comente com polidez!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s