Experiência sobre injustiça: macacos, pepinos e uvas


Estudo da injustiça

Um estudo de comportamento animal mostra que os primatas também se sentem injustiçados quando alguém tem uma remuneração diferente para a mesma tarefa executada pelo grupo. O “estudo da injustiça” foi conduzido pelo primatologista Frans de Waal.

Experimento
Dois macacos-prego têm de pegar uma pequena pedra no canto da jaula e entregar do outro lado através de um buraco. A cada vez que faziam o ato mecânico, eles eram recompensados com comida – no entanto, um deles ganhava apenas fatias de pepino e o segundo, uvas.

Resultado

O 1º macaco come o pedaço de legume sem culpa quando termina sua tarefa. Mas quando percebe que o colega da jaula ao lado ganha uma recompensa diferente ao fazer o mesmo trabalho, ele se irrita. Agitado, o macaco recolhe e entrega a pedra pela segunda vez e fica esperando sua frutinha como recompensa. Quando ganha apenas um pepino, ele arremessa o pedaço na pesquisadora e começa a se bater na jaula e a emitir sons.  O estudo já tinha observado que, se a dupla recebesse pepinos, os macacos-prego poderiam repetir a entrega da pedra até 25 vezes sem reclamar. Agora, de Waal quer ver se obtêm os mesmos resultados com outros tipos de animais, como cães, pássaros e chimpanzés.

 

Comento

É isso o que acontece com o nosso povo aqui no Brasil. Estamos cansados de ver políticos e alguns grupos recebendo privilégios enquanto o povo sofre. Uma hora a indignação explode, como já está acontecendo.

 

About these ads

Comente com polidez!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s