20120816_pezaocalaabocacabral

Pesquisas para governador do Rio de Janeiro em 2014


Pesquisa de Abril de 2012:
(Valor Econômico)

Garotinho 35%
Lindbergh 14%
Pezão 2%

Pesquisa de Março de 2013
GPP
Garotinho 17,6%
Lindbergh 17,4%
Cesar Maia 15,3%
Pezão 11,6%
Sirkis 2,3%

Capital

Cesar Maia 17,6%
Lindbergh 14,1%
Pezão 12,7%
Garotinho 8,2%
Sirkis 4%

Metropolitana

Garotinho 21,8%
Lindbergh 20,8%
Cesar Maia 15,4%
Pezão 10,3%

Interior

Garotinho 26,2%
Lindberh 18,1%
Cesar Maia 11,6%
Pezão 11,6%
Sirkis 0,4%

Vox Populi de março de 2013

Lindbergh 28%
Garotinho 21%
Pezão 10%
Cesar Maia 10%
Crivella 12%
Candidato tucano 5%

Pesquisa Ulrich

Garotinho 25%
Lindberg 19%
Crivella 14%
Pezão 11%
Heloisa Helena 7%
_________________________________________

Garotinho 28%
Lindbergh 22%
Pezão 13%
_________________________________________

Garotinho 26%
Lindbergh 20%
Crivella 15%
Pezão 12%

Intenção de voto para Presidente no Rio de Janeiro (Ulrich)

Dilma 56%, Serra 11%, Marina 10%, Aecio 5%, Gabeiro 4%, Eduardo Campos 1%.

Comento:

Vai dar segundo turno no Rio em 2014! A questão é se o PT vai lançar o Lindbergh ou vai continuar com o PMDB. Se o PT continuar com o PMDB, Garotinho e cia não terão a menor chance contra a máquina federal, municipal e estadual.

Nanicos

Um ponto que deve ser levado em consideração é o poder de candidaturas certas de partidos nanicos(  PSTU, PCO, e PCB) que sempre arrancam alguns pontinhos.

Onda verde

Não se pode descartar a força do voto higiênico, atualmente simbolizada por Sirkis(Rede) e o eventual candidato do PV(Gabeira). Esses candidatos devem conseguir reprisar parte da onda verde de 2008 e 2010.

Freixistas

O Psol também deve encomodar, pois depois da forte votação de Freixo em 2012, o partido tem uma base jovem e atuante na cidade do Rio. No entanto, as chances do Psol vencer ou chegar ao segundo turno são mínimas, pois o eleitorado conservador da baixada e interior não tem vínculo ideológico com o partido.

Direita Bossa Nova

O mais interessante dessas pesquisas é a força de Cesar Maia, mesmo com tão poucos votos em 2012. Provavelmente, ele deve ter algo em torno de 10%, pois foi o que ele teve para senador em 2010.

Beleza interior

No interior, Garotinho lidera imbatível e na baixada Lindbergh mostra o eleitorado que conseguiu como prefeito de Nova Iguaçu.

UPP

Devido ao aumento da violência na baixada, dificilmente Pezão vai ter uma boa votação lá. Como o interior parece ser o esconderijo de Garotinho e a cidade do Rio dará uma parcela considerável dos votos a Rede, PSol e Pv, Pezão está em maus lençóis.

A pesquisa Ulrich indica que a inserção de Crivella(PRB) não tira muitos votos de Garotinho e Lindbergh, mas complica ainda mais a situação de Pezão na Baixada Fluminense (reduto principal do voto evangélico).

Considerações

1- Se o PT fechar chapa com o PMDB é fim de papo. Pezão leva no primeiro turno ou no segundo turno com o apoio dos partidos da base. Se isso ocorrer, Garotinho, esperto como é, deve arregar e concorrer ao senado, com boas chances de levar.

2- As pesquisas mostram que há muitos nomes com mais de 10%. É provável que, com o início da campanha e com a máquina de propaganda a todo vapor, vejamos as candidaturas de Lindbergh e Pezão levantarem e a de Garotinho dar uma pequena queda.

3- Hoje considero que o favorito é o petista Lindbergh, pois tanto Pezão quanto Garotinho tem rejeição elevado devido aos seus históricos no governo do Rio.

4- Se Lindbergh for pro segundo turno com o Garotinho, deve vencer, pois receberia apoio do PMDB, Psol e PRB.

5- Se o Pezão for pro segundo turno com o Garotinho, deve vencer, pois receberia apoio do PT e PRB.

6- Se o Lindbergh for pro segundo turno com o Pezão, deve vencer, pois o Garotinho jamais apoiaria o Pezão.

7- Deverá surgir no Rio um candidato para formar palanque com o Eduardo Campos(PSB) e com o Aécio Neves(PSDB). Como será difícil para ambos terem um candidato forte de seus partidos no Rio, é provável que apoiem um desses que estão ai.

8- Se o PT lançar candidato próprio, o PMDB do Rio poderia apoiar o nome do Eduardo Campos só para contrariar, mas isso é improvável devido a ligação do PMDB com a Dilma.

9- O Aécio pode apoiar ou o Cesar Maia ou o Garotinho. O Cesar Maia seria mais coerente, pois como é vereador estaria apto a se candidatar sem maiores riscos. Como Garotinho é líder do PR, que é da base governista, é muito difícil que ele se alie com o tucano.

10- Beltrame deverá compor chapa com Pezão e lhe ajudar a conseguir uma boa votação em comunidades antes ocupadas pelo tráfico, que de outra forma seriam redutos de votos de candidatos populistas (Lindbergh, Garotinho e Crivella).

11- Tudo indica que a eleição de 2014 no Rio será muito emocionante, pois todos querem ser os governadores das Olimpíadas. Pezão é pouco carismático e não tem condições de decolar na alta popularidade de Cabral. Garotinho, Lindbergh e Crivella são nomes que, se realmente se candidatarem, confirmarão um segundo turno.

About these ads

3 comentários em “Pesquisas para governador do Rio de Janeiro em 2014

  1. Pingback: Afinal de contas, que partido político ganha mais com esses protestos? | ACID BLACK NERD

Comente com polidez!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s